Na Praia de Caraguatatuba

Na Praia de Caraguatatuba


Este caso ocorreu na praia de Porto Novo em Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo no dia 21 de Junho do ano de 1996.
O ex-projetista (aposentado) da Embraer, Sr. César Miglioranza, que reside na cidade de São José dos Campos (Vale do Paraíba/SP), e é proprietário de um quiosque de praia em Caraguatatuba, observou por volta das 00:15h, uma luz muito forte que veio da direção de Ilha Bela e pousou na praia a cerca de uns 50m de onde ele se encontrava.
O objeto era discoide e bastante luminoso com cerca de 5m de diâmetro.
Aquele objeto desceu silenciosamente na vertical até pousar na areia, durante a descida o OVNI apagou sua forte luz branca e ascendeu quatro luzes fracas de cor alaranjada. E da nave desceram dois seres de aproximadamente 1,20m de altura, e com a cabeça de tamanho desproporcional ao corpo. Embora pudesse ser que os seres estivessem usando capacetes. Eles trajavam roupa de cor prateada e bastante folgada ao corpo. Segundo César, os dois seres deram algumas voltas em torno do objeto e um deles chegou a se abaixar como se estivesse colhendo algo do chão.
A testemunha disse que a observação durou cerca de 10 minutos e que durante todo esse tempo do avistamento ele ficou paralisado sem conseguir mexer seus membros do corpo e ainda afirmou que durante dois dias após o ocorrido ficou com o corpo muito dolorido.
No dia seguinte ao amanhecer foi até o local do pouso mas não havia vestígio da aterrissagem do OVNI em virtude da subida da maré.
O Sr. César Miglioranza se encontrava acompanhado de uma funcionária chamada Marisa, que não só confirmou toda a história como também disse ter ficado paralisada e com dores no corpo após o caso da mesma forma que o Sr. Miglioranza.

Por Wallacy Albino, para o BURNetim

FONTE: http://www.portalburn.com.br/na-praia-de-caraguatatuba/
mas andes
Ufólogo e integrante do Grupo de Amigos que Estudam Mistérios e Ufologia criado em 1997, atuando em Guarujá e região, efetuando pesquisas nas áreas de ufologia e espiritualidade, e suas diversas ramificações. Na Praia de Caraguatatuba.
Compartilhar

Artigos Relacionadas