“Marca registrada” do planeta Júpiter está desaparecendo

“Marca registrada” do planeta Júpiter está desaparecendo



A ‘marca registrada’ de Júpiter (a Grande Mancha Vermelha, que é uma tempestade anticiclônica maior do que a Terra) encolheu ao menor tamanho já medido.

De acordo com Amy Simon, do Centro de Voo Espacial Goddard da NASA em Greenbelt, Maryland -EUA, observações feitas pelo Telescópio Espacial Hubble confirmam que a Grande Mancha Vermelha agora tem aproximadamente 16.000 quilômetros de diâmetro. Os astrônomos estão registrando o encolhimento desde a década de 1930.

Observações históricas, que vêm desde o final do século XIX, mensuraram a mancha como tendo 41.000 de comprimento em seu eixo mais longo. As sondas Voyager 1 e 2 da NASA mediram durante suas aproximações em 1979 que a mancha tinha 23,500 quilômetros de largura. Em 1995, uma foto do Hubble mostrou que o eixo longo da mancha havia reduzido para 21.000 quilômetros. E em uma foto de 2009 ela foi medida como tendo 18.188 quilômetros.

No início de 2012, observações de astrônomos amadores revelaram um notável aumento na taxa de diminuição (930 quilômetros por ano), mudando sua forma de oval para circular.
“Em nossa nova observação é parente que redemoinhos pequenos estão entrando na tempestade“, disse Simon. “Formulamos a hipótese de que eles possam ser os responsáveis pela mudança acelerada, através da alteração das dinâmicas internas e da energia da Grande Mancha Vermelha.”

A equipe de Simon planeja estudar os movimentos dos pequenos redemoinhos e da dinâmica interna da tempestade, a fim de determinar se estes redemoinhos podem absorver o força do vórtice, resultando neste ainda inexplicável encolhimento

Fonte: www.nasa.gov
mas andes
Ufólogo e integrante do Grupo de Amigos que Estudam Mistérios e Ufologia criado em 1997, atuando em Guarujá e região, efetuando pesquisas nas áreas de ufologia e espiritualidade, e suas diversas ramificações. “Marca registrada” do planeta Júpiter está desaparecendo.
Compartilhar

Artigos Relacionadas